centauros feridos

Blog que relaciona arte, movimento e cura.

Minhas mãos, meu cavaquinho

Leave a comment

Aos 48 anos, Waldir Azevedom sofreu um acidente com um cortador de grama. Em razão disso, perdeu seu dedo anular, e foi forçado a ficar sem tocar por um ano e meio. Após cirurgias e fisioterapia, recuperou-se e voltou a gravar. Compôs, então, Minha mãos meu cavaquinho, com um trecho da Ave Maria de Gounod.

Author: roda de cura

Um artista de dança interessado em arte, movimento e cura (vista de modo bem amplo). A former dancer interested in art, movement, and cure (seen in a very wide way).

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s